Entrada Departamento Notícias Palestra: Da banalidade do quotidiano microagressivo à macroagressão

Palestra: Da banalidade do quotidiano microagressivo à macroagressão

Comemoração do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Palestra / Debate

Da Banalidade do quotidiano microagressivo à macroagressão

Hélia Filipe Saraiva (UFP, Porto)


6 de dezembro de 2017, às 18:00

Sala FC3 -1.20 (edifício da Física e Astronomia)

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto


Atitudes, declarações e comportamentos enunciados como não sendo intencionalmente hostis nem desabridos podem ser perniciosos. Consideramos que compete à Universidade, como comunidade instigadora da reflexão, do pensamento crítico e inclusivo, contribuir para suprimir ações danosas e excludentes, por vezes, subliminares no âmbito de tendências opressoras respeitantes às minorias e, particularmente às pessoas com deficiência. Os seus sintomas surgem revestidos por uma declarada ausência de intencionalidade ou de premeditação. Não obstante, a sua traduzibilidade em expressões linguísticas e culturais suscetível de causar atritos e situações ansiogénicas, erroneamente experienciadas entre alguns seres humanos, insurgem-nos a manifestarmo-nos sobre a possibilidade de agirmos de modo a mitigarmos afirmações identificadas e percecionadas como microagressivas, ou seja, microinibidoras, microinsultuosas, microopressivas e microilegitimantes.

Entrada Livre

Organização: Grupo de Investigação em Ensino e Divulgação da Física / Grupo de Pesquisa em Ensino-Aprendizagem de Física

Acções do Documento
classificado em: