Entrada Departamento Notícias Nuno Santos contemplado com prémio Seiva Trupe 2012

Nuno Santos contemplado com prémio Seiva Trupe 2012

A companhia de teatro Seiva Trupe distingue todos os anos personalidades do Porto com contribuições relevantes para a Cultura. Nuno Santos, investigador do CAUP e professor convidado do DFA, recebeu prémio de 2012 na área de Ciências.
Nuno Santos contemplado com prémio Seiva Trupe 2012

Prémio Seiva Trupe 2012

O prémio, entregue  no dia 05 de novembro, destina-se "a distinguir as individualidades que, através das suas obras ou das suas atividades, mais tenham contribuído para o progresso, dignificação e prestígio das Artes, das Ciências e das Letras da cidade do Porto".

Nas letras foi distinguido  Fernando Guimarães,  nascido em 1928,  poeta, tradutor e ensaísta. Nesta última área, o seu trabalho tem-se salientado pela reflexão em torno de questões ligadas à estética e à evolução da poesia portuguesa nos últimos cem anos, nomeadamente dos grandes movimentos como o Simbolismo, o Saudosismo e o Modernismo. Como tradutor, Fernando Guimarães trabalhou obras de autores como Lord Byron, Dylan Thomas ou John Keats.

Nas artes foi contemplado João Machado, nascido em 1942,  um gráfico com uma vasta obra, com destaque para o seu trabalho como autor de cartazes, ilustrações e como designer editorial. O seu trabalho na área da cultura, nomeadamente através da conceção gráfica de livros e de cartazes, por exemplo, para o festival de cinema de animação Cinanima, já lhe valeu algumas distinções internacionais.

Nas ciências o distinguido foi Nuno Cardoso Santos, nascido em 1974,  astrofísico, investigador no Centro de Astrofísica da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e responsável pelo consórcio europeu que está a construir um espetrógrafo destinado a procurar exoplanetas semelhantes à Terra (noutros sistemas estelares). Recentemente integrou a equipa responsável pela descoberta de um planeta de massa semelhante à da Terra, a orbitar alpha centauri B, no sistema estelar mais próximo do nosso.

Os nomes contemplados nesta décima edição foram escolhidos por um júri constituído pelo professores universitários Eduardo Paz Barroso, Arnaldo Saraiva, Manuel João Monte e António Reis, em representação da Seiva, sendo que posteriormente as escolhas foram apresentadas a um comité de retificação formado por jornalistas.

Este prémio foi recebido anteriormente por personalidades como Agustina Bessa Luís, Álvaro Siza Vieira, António Coimbra, Corino de Andrade, Eugénio de Andrade, Ilse Losa, Sobrinho Simões, Manoel de Oliveira, Manuel António Pina, Nuno Grande, Óscar Lopes e Pedro Burmester.

A entrega do galardão, concebido pelo escultor José Rodrigues, foi feita antes da estreia de "Squash", o último espetáculo da Seiva Trupe, uma peça de Ernesto Caballero, com encenação de Júlio Cardoso e com Adriana Faria, Miguel Rosas e Paula Guedes no elenco.


Acções do Documento
classificado em: