Entrada Ensino Licenciaturas e Mestrados Integrados Mestrado Integrado em Engenharia Física

Mestrado Integrado em Engenharia Física

A partir do ano letivo 2017/18, o curso é partilhado entre a Faculdade de Ciências e a Faculdade de Engenharia da UP.

 

O que é um Engenheiro Físico?
lab inesc orlando

Engenheiro (do Lat. ingeniu) Físico (do Lat. physicu < Gr. physikós, da natureza): gosta de perceber como é que funciona a tecnologia; adora inovar, ou seja, usar os seus conhecimentos de física para descobrir novas soluções para problemas tecnológicos. Fica todo contente quando inventa uma maneira de usar uma descoberta recente de física numa nova tecnologia. Muito útil para ter à volta quando se quer levar a tecnologia aos limites ou para além deles.

Caraterização do ciclo de estudos:

A partilha do ciclo de estudos irá contribuir para uma maior abrangência da oferta educativa, introduzindo a nova área temática de Instrumentação que se junta às áreas temáticas atuais de “Óptica, Optoeletrónica, Lasers e Comunicações” e “Materiais Avançados e Nanotecnologias”. Esta cooperação multidisciplinar, assente numa forte formação em Física e Matemática e complementada com uma elevada formação tecnológica em Engenharia, irá afirmar o curso de Engenharia Física a par com a Medicina, como um dos poucos cursos da Universidade do Porto com taxa de empregabilidade de 100%!
Objetivos específicos do ciclo de estudos:

Formar profissionais habilitados a praticar atos de Engenharia, em particular baseados em conhecimentos profundos nas áreas de especialização do Mestrado Integrado em Engenharia Física, nomeadamente em Materiais Avançados, Micro e Nano Dispositivos, Spintrónica, Ótica, Optoeletrónica, Lasers, Comunicação e Instrumentação, em aspetos fundamentais e aplicados, orientados para a Engenharia.

Dominar técnicas experimentais avançadas nas áreas de Materiais, Optoeletrónica, Lasers e Comunicações.

Adquirir competências na conceção, implementação e demonstração dessas técnicas e equipamentos.

Obter conhecimentos e competências sobre modelização de sistemas físicos e técnicas numéricas/computacionais de aplicação muito geral.

Atingir uma visão abrangente e esclarecida dos fundamentos e do papel das tecnologias avançadas e da inovação tecnológica, e adquirir competências no domínio da gestão de tecnologia e de projetos de I&D.

Adquirir capacidades para desenvolver atividades de estudo, de conceção, de projeto computacional/experimental e de desenvolvimento, integrando competências adquiridas nas várias áreas de formação (Ciências Básicas, Ciências de Engenharia, Ciências de Especialidade, e Ciências Complementares), orientadas para domínios de aplicação como os de Metrologia, Saúde e Biologia, Sistemas de Informação e Comunicação, Tecnologia de Criogenia e Alto Vácuo, Materiais Funcionais e Micro/Nano Dispositivos, Sensores e Atuadores.

Saídas profissionais

Empresas start-up com elevada incorporação de tecnologia; metrologia e controle de qualidade; consultoria; investigação e desenvolvimento; Ensino Superior.

Diretor do Curso
Abílio Almeida
Plano de estudos
Para consultar planos de estudo e mais informações ver site da FCUP



Acções do Documento