Mestrado em Astronomia

O 2º Ciclo de Estudos de Mestrado em Astronomia aparece em resultado da implementação do modelo de Bolonha na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e na sequência do Mestrado em Astronomia da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, que funcionou entre 2000 e 2006. Este por sua vez surgiu na sequência do Mestrado Interuniversitário em Astronomia, que funcionou entre 1994 e 1999, e envolvia diversas universidades europeias.

Astronomia é a ciência que tem por objeto de estudo tudo aquilo que existe ou tem a sua origem para além da atmosfera da Terra, bem como o Universo como um todo. A Astronomia é habitualmente considerada a mais antiga das ciências. Atualmente, é uma das ciências que mais cresce em termos de artigos científicos publicados, número de investigadores doutorados na área e nível de financiamento. Esta situação muito se deve ao imenso fascínio que a Astronomia exerce sobre o público, que frequentemente acaba por servir de motivação para a escolha pelos mais jovens de percursos de estudo dentro da áreas das ciências naturais e exactas.

A existência de um 2º Ciclo de Estudos de Mestrado em Astronomia na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto é sustentada pelo facto da Universidade do Porto oferecer condições únicas em Portugal para a formação de futuros investigadores em Astronomia, pois dispõe do maior grupo de investigação em Astronomia/Astrofísica no país, com mais de duas dezenas de investigadores doutorados. Estes realizam o seu trabalho de investigação maioritariamente no Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP), única unidade de investigação em Astronomia no país que obteve a classificação de Excelente na mais recente avaliação promovida pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia. A Astronomia tem sido considerada uma área de investimento prioritário por sucessivos governos, devido em grande parte à presença de Portugal nas duas grandes instituições europeias que têm como objetivo prioritário o desenvolvimento da Astronomia: o Observatório Europeu do Sul (ESO – European Southern Observatory) e a Agência Espacial Europeia (ESA – European Space Agency).

Saídas Profissionais
a preencher
Diretor de curso
Pedro Viana
Plano de Estudos
O Plano de estudo detalhado pode ser consultado no site da FCUP
Acções do Documento
Mestrado em Astronomia

exoplanet-Hubble NASA

Dying star and planetary nebula NASA/JPL-Caltech/UCLA

Exoplaneta e estrela moribunda (crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA)